Orçamento

A água quente na indústria de alimentos e bebidas é fundamental, devido às várias funções que desempenha.

A água pode ser usada como veículo na incorporação de ingredientes a fórmulas, ou como agente de sanitização e limpeza, além de poder atuar como fonte de resfriamento ou aquecimento, ou como veículo para microrganismos patógenos e deterioradores.

Uma das principais aplicações e setores que favorecem sistemas de aquecimento solar são de alimentos e bebidas, incluindo produção de vinho e cerveja.

Na indústria alimentícia, é utilizada água aquente em larga escala no processamento de leite, alimentos cozidos e cervejarias, para lavagem, limpeza, esterilização, pasteurização, cozimento entre outros. Na indústria de alimentos em conserva, processos de preparação de vegetais, carnes e pescados utilizam aquecimento solar para escaldamento, esterilização, limpeza, pré-cozimento, dentre outros.

Vale ressaltar ainda a aplicação de sistemas solares de aquecimento em indústrias de alimentos, especialmente para cozimento e limpeza, na produção de ingredientes e produtos para humanos e para animais, de processamento de carne, frango e açúcar.

A indústria de laticínios utiliza água para alimentar o processo de maturação de iogurte, processos de pasteurização, esterilização, evaporação e secagem, além de limpar e desinfetar máquinas e utensílios da produção.

Lembrando que todos os sistemas contam com algum aquecimento complementar, quer seja a gás, diesel, óleo combustível ou elétrico.